02 agosto 2012

Descartável

Estamos no século XXI
Onde tudo é descartável
Objetos, roupas
Sentimentos, pessoas
Nada mais é duradouro
O que importa é o presente
Relações instantâneas
Pegue, use e jogue fora

(ACDS - 01.08.12)

3 comentários:

Carlos Rocha disse...

... e não é que tens razão, Angela?...a realidade é essa mesmo que descreves... tudo é descartável, ou melhor, as pessoas tendem a descartar tudo!...para além do presente tudo parece efémero!...

Arash Gitzcam disse...

N consegui abrir a janela de coments do último post...

Qto a esse poema... É algo assustador esse escape em coisas descartáveis...

Mari B. disse...

Infelizmente é verdade!!!